center


quarta-feira, 18 de novembro de 2009

Prova de Fogo - Uma História de Vida

Sinopse

Akeelah tem apenas 11 anos, mas um incrível talento com as palavras. Admirado com esse dom, o diretor de sua escola a inscreve num concurso regional de soletração e faz com que ela seja treinada por um professor com PhD em literatura, Dr. Larabee (Laurence Fishburne). Enfrentando a objeção de sua mãe, o ciúme de sua melhor amiga, as diferenças sociais e as dificuldades no relacionamento com o professor, Akeelah vai passando por várias etapas do concurso.
O filme nos traz uma reflexão sobre a capacidade que temos de buscar ajuda para conquistar um alvo e até onde conseguimos chegar sozinhos. Mostra que o amor, companheirismo e amizade fazem parte da essência do ser humano. Lições como: o preconceito nunca é a melhor saída;  amizades sempre são bem-vindas e jamais devemos ter medo de nós mesmos. Essas ações são transmitidas pela personagem Akeelah .
 Na primeira aula com seu coach, ele faz Akeelah ler a seguinte citação de Marianne Williamson:


“Our deepest fear is not that we are inadequate. Our deepest fear is that we are powerful beyond measure. It is our light, not our darkness that most frightens us. We ask ourselves, Who am I to be brilliant, gorgeous, talented, fabulous? Actually, who are you not to be? You are a child of God. Your playing small does not serve the world. There is nothing enlightened about shrinking so that other people won't feel insecure around you. We are all meant to shine, as children do. We were born to make manifest the glory of God that is within us. It's not just in some of us; it's in everyone. And as we let our own light shine, we unconsciously give other people permission to do the same. As we are liberated from our own fear, our presence automatically liberates others.”
Traduzindo...

"Nosso medo mais profundo não é que sejamos inadequados. Nosso medo mais profundo é que sejamos poderosos além da medida. É a nossa luz, não nossa escuridão que mais nos assusta. Nós nos perguntamos: Quem sou eu para ser brilhante, maravilhoso, talentoso e fabuloso? Na verdade, quem é você para não ser? Você é um filho de Deus. Bancar o pequeno não serve ao mundo. Não há iluminação em se encolher para que outras pessoas não se sintam inseguras ao seu redor. Somos todos feitos para brilhar, como fazem as crianças. Nascemos para manifestar a glória de Deus que está dentro de nós.Não é apenas em alguns de nós, está em todos. E quando deixamos nossa luz brilhar, inconscientemente damos às outras pessoas permissão para fazer o mesmo. Quando nos libertamos do nosso medo, nossa presença automaticamente liberta os outros. "
 
 O filme apresenta cenas que realmente nos faz refletir...      Na cena final..... é lindo! Uma cena em que Akeelah deve soletrar a última palavra, mas não fará isso sozinha...

Passei esse filme para os meus alunos do 6º ao 8º ano e eles não se distraíram por quase nenhum momento, pois a história é vibrante.
Dessa história, surgiram vários temas para debates em sala e houve um bom rendimento na área de comunicação e expressão.

Esse é mais um filme que vale a pena!!!

8 comentários:

  1. Ótimo filme. Adorei!

    ResponderExcluir
  2. otimo filme,fiquei mt mocionada com a historia de akeelah,

    ResponderExcluir
  3. Eu assisti e é massa

    ResponderExcluir
  4. eu assisti e adorei,e tb adorei seu site!

    ResponderExcluir
  5. mt bom o filme adorei

    ResponderExcluir
  6. Professora Raquel, primeiro parabéns pela profissão que tens. Assisti o filme hoje, excelente e emocionante. Percebi que a tradução dublada divergia da escrita no quadro e ao procurar na internet me deparei com a sua e estou mais que satisfeito e aliviado, pois tinha certeza que lá estava escrito "Deus". Obrigado mesmo e desejo que permaneça irradiando a glória de Deus na vida de seus alunos. Abraço Ednardo.

    ResponderExcluir